07 setembro 2012

Pensamentos alheios que fazem parte da minha vida e da vida de outras pessoas

D1n81gz402kux8xh1gnfenp6bzo7xaly_large
Raramente eu confio inteiramente, e amo intesamente alguém. Quando esse fenomeno acontece, eu a chamo de melhor amigo/melhor amiga. E apenas duas pessoas foram merecedoras desse titulo na minha vida. É triste você depositar toda sua confiança e alguém, e esse alguém trair você. Falar mal, pensar coisas ruins é um tipo de traição. Eu acredito, que quando você conhece alguém, e diz que a ama, é um modo de dizer que a aceita daquela maneira, com seus mil defeitos. E você dizer esses defeitos de forma chula pra qualquer pessoa que apareça na sua vida, é não saber discernir o certo do errado. Eu acho que essa é forma de falsidade, uma forma de te usar quando precisam, e não ficar perto porque gosta. Quanto mais dessas decepções acontecem na minha vida, mais eu desacredito na lealdade humana. Atuar pra alguém que te quer bem, faz parte de um jogo maior, onde o prêmio é seu ego. Mas afinal, somos todos atores no palco.
Lary Shameless

10 comentários:

  1. Oii,
    Realmente eu gostei bastante desse texto!

    Uma ótima semana!

    Páginas Em Preto(Clique no Perfil para ir no meu Blog)

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Também tive poucas pessoas na qual eu confiei|amei como uma amigo(a) :(

    ResponderExcluir
  3. Gostei do texto, acho que realmente todos mundo é um pouco assim.

    ResponderExcluir
  4. como saber se as pessoas estão mentindo? eu gostaria de ter um detector pra essas coisas... ainda acho que somos inocentes por confiar. mas, às vezes, a gente o faz por extinto. somo assim,meio dependentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs eu acho que todos nós queremos esse detector... Mas isso de se deixar levar muitas vezes é automático tanto pela necessidade intensa de carinho e afeto, e tanto por querer mesmo tentar algo diferente.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Eu na verdade acho que tenho outras vezes acho que não tenho...

      Excluir

BLOG SEJA LIVRE, VOE! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2015 ©| Design e Código: Layanne Eduarda | • voltar ao topo