17 agosto 2013

Lolita


Um professor de meia idade de origem inglesa vai lecionar literatura francesa em uma pequena cidade da Nova Inglaterra. A procura de um local para ficar, ele aluga um quarto na casa de uma viúva que mora com a filha Dolores. O professor só decide ficar atraído pela adolescente de doze anos.Apesar de não suportar a mãe da jovem, acaba se casando com ela. Enquanto Dolores está em um acampamento, sua mãe morre atropelada. O padrasto, sem empecilhos, viaja com sua enteada dizendo a todos que é sua filha, mas na privacidade se comportava como amante.

Lolita um filme franco-americano de 1997,dirigido por Adrian Lyne, uma adaptação do romance de mesmo nome do escritor Vladimir Nabokov. 

Lolita, luz da minha vida, fogo da minha virilidade. Meu pecado, minha alma. Lo-li-ta: A ponta da língua faz uma viagem de três passos pelo céu-da-boca abaixo e, no terceiro, bate nos dentes. Lo. Li. Ta. Pela manhã, um metro e trinta e dois a espichar dos soquetes; era Lo, apenas Lo. De calças práticas, era Lola. Na escola, era Dolly. Era Dolores na linha pontilhada onde assinava o nome.
Mas nos meus braços era sempre Lolita. (Vladimir Nabokov)

5 comentários:

  1. Olá Layanne!!
    Gostei do filme!! Não conhecia..
    Esse fds assisti alguns filmes, :)

    Beijos,

    www.noivadoedgar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Já ouvi falar desse filme mais eu nunca assisti!

    Páginas Em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma olhada depois, é interessante e reflexivo.

      Excluir

BLOG SEJA LIVRE, VOE! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2015 ©| Design e Código: Layanne Eduarda | • voltar ao topo