31 julho 2014

Desamor, se é que posso chamar assim.

Aí eu me pergunto quanto tempo faz que eu já não sei o que é não dizer "eu te amo" e também ouvir e receber o amor em troca. Engraçado é que com o passar do tempo, as coisas podem ou não dar certo, a vida é cíclica meu caro. O amor, nem sei explicar direito que porra é o amor, se uma hora a gente está bem e a outra hora a gente está pelo avesso. O coração quer uma coisa, a mente quer outra e o corpo outra. A gente briga com nós mesmo por não sabermos que escolha tomar. O que fazer? Ainda não sei.
A vida é cíclica, talvez um dia a gente se encontre.

Dejalo ir

5 comentários:

  1. como você mesma falou, a vida é cíclica. numa dessas voltas alguém passa a te amar e vice-versa. não que eu ache que seja necessário ter outra pessoa para ser feliz (taí eu, que passei uns bons cinco anos solteira). estou falando que pode acontecer. e a possibilidade é linda. ▷▶emilie escreve

    ResponderExcluir
  2. e a gente vai meio cambaleando para tentar descobrir o que é o que! ;)
    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Amor, pra mim, só o genuído. O resto: performace.

    ResponderExcluir
  4. Nas duas vezes eu li, a vida é Cínica.

    AAAAh, o amor..

    ResponderExcluir

BLOG SEJA LIVRE, VOE! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2015 ©| Design e Código: Layanne Eduarda | • voltar ao topo