27 fevereiro 2015

Cristina

Despedida – Por @RaianeMorbis |

De tanta Amargura na vida 
Cristina queria  fugir.
Sentou-se num banquinho no fundo do quintal.

Achou que deveria ser ela mesma.
Tirou as sandálias, ficou descalça, 
sentiu a areia entre seus dedos.

Percebeu o chão geladinho 
e lembrou-se da infância.
Pretendeu ir mais longe,
fechou os olhos...

Foi aí que viu o mundo girar dentro da cabeça.
Lembrou de como era correr entre os arbustos da casa ao lado, 
de tocar a campainha do vizinho e sair correndo,
de gritar na rua sem se importar com o que pensavam...

Do primeiro beijo roubado, 
De como suas bochechas ficaram enrubescidas.
De como era macio o toque... 

O primeiro desamor.
A dor que sentiu. O amargo. O desgosto.
Abriu os olhos, 
viu que escureceu.
Cresceu.

(Layanne Eduarda)

4 comentários:

  1. Que texto mais profundo e intenso!Gostei :)
    Desejo que Março seja um mês tudo de bom para você :)

    Páginas Em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei! A escrita é maravilhosa...
    Estou seguindo, beijos!

    http://escrevicomflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. De Cristina todos temos um pouco, uns mais que outros... mas essa amargura de crescer todos carregamos no peito.
    Belo testo Lay

    ResponderExcluir

BLOG SEJA LIVRE, VOE! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2015 ©| Design e Código: Layanne Eduarda | • voltar ao topo