04 fevereiro 2013

Shut up?

Embora eu viva num país onde temos "livre arbítrio de pensar e falar" o que achamos necessário ou supostamente urgentemente necessário ao nosso ponto de vista, não somos beneficiados da maneira e nem da melhor forma que possivelmente queremos. 
As nossas opiniões são levadas embora por descarga abaixo na maioria dos casos.
290200769708421535_blqoevd7_f_large

Quando digo que podemos "Pensar e Falar", ligeiramente posso incluir o "Agir", embora mãos e pés estejam "amarrados" na maioria das vezes.  Seria por medo de tentar ou das consequências? As duas coisas?
Suponho que sejam as consequências que nos levam a travar nesses delicados momentos.
A mente pequena de muitas pessoas, fazem com que elas próprias tenham seu pequeno mundinho numa bolha transparente, e que neste "mundinho" delas existem pouco mais que mediocridade, onde o autruismo não passa de uma palavra bonita que existe no vocabulário delas. E pessoas assim, não enxergam mais de meio metro no seu nariz.

Mas, poucas pessoas nasceram sem o medo de abrir a boca, sem ter medo das consequências. Ora, não vamos saber os resultados se não metermos a cara para ver o que vai dar!
Aqui ou em qualquer parte do mundo, respeitando claro, culturas, nunca deixaria de ser eu mesma e portanto, não me calo diante de coisas absurdas e não deixo de correr atrás dos meus direitos.
E posso ser chamada de "adolescente", "revolucionária" ou de qualquer coisa que seja, mas eu não me calo!

2 comentários:

  1. eu gosto de gente que seja intrasigente, chata, impulsiva, geralmente são as mais verdadeiras, tenho uma amiga assim, e ela, é minha melhor amiga!

    ResponderExcluir

BLOG SEJA LIVRE, VOE! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2015 ©| Design e Código: Layanne Eduarda | • voltar ao topo